Será que eu sofro de ansiedade?

A vida de uma pessoa ansiosa não é fácil, o sofrimento é constante e é muito difícil.

Tudo é tão incerto, não é mesmo? É assim que pensa o ansioso, e vive sob a perspectiva de:

“Tudo que vem de mim é seguro e tudo que vem de fora e não está sob controle é perigoso”.

Os sintomas mais básicos da ansiedade são inquietação, coração acelerado, sensação de desconforto e suor intenso. Mas esses sintomas podem se ampliar em falta de ar, tonturas, tremores, sensação de desmaio, confusão e formigamento nas mãos e nos pés.

Uma pessoa ansiosa também tem que conviver muitas vezes com dores físicas no peito, nas articulações e dores de cabeça. Entretanto, se esse é o seu caso ou de alguém que você conhece, não se desespere. Há uma solução e ela pode estar perto, ou mais precisamente, dentro de você, em sua própria mente. Segundo pesquisas, 95% das enfermidades são psicossomáticas, ou seja, surgem a partir de desequilíbrios na mente.

E grande parte, se não toda a correção desses problemas, pode ser obtida por meio de uma reprogramação mental.

“A lei da mente é implacável. O que você pensa, você cria. O que você sente, você atrai. O que você acredita, torna-se realidade.”

Essa frase é totalmente verdadeira, pelo menos no que tange aos transtornos de ansiedade. A mesma “lei da mente” que condena um indivíduo a viver infeliz, também pode salvá-lo dessa infelicidade.

O ser humano não nasce com todas as respostas que precisa para conseguir ser feliz diante dos obstáculos da vida. O tratamento com hipnose clínica não é invasivo, é totalmente seguro e livre do uso de medicamentos. As sessões são personalizadas e indicadas para todos os pacientes que sofrem de distúrbios emocionais.
Os atendimentos são guiados por terapeuta especializado na área, que têm a incumbência de ajudar as pessoas a analisarem as suas vidas e a entenderem quais as questões que mais os prejudicam e lhe causam ansiedade.

Se você quer viver uma vida tranquila, mas não sabe como, entre em contato e agende uma sessão de avaliação.

2 thoughts on “Será que eu sofro de ansiedade?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *